image

Juntem-se os pândegos e as pvtas. É uma questão de CVLTO. É FILHA DA CVLTO.


Convocamos os ébrios e os sóbrios, as loucas e as sãs, a juntarem-se de novo no Maus Hábitos para continuarmos a escrever o Ode do amanhã, com velocidade, loucura e boémia para lá do controlável. Trazemos punk, trazemos doom, trazemos retro e synthwave do sétimo círculo do Inferno, e juntos ascendem os demónios da velocidade e da tinta. No dia 5 de Abril, a partir das 22h no Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural:
image

PLEDGE

Resiliência é palavra-chave e dá nome ao primeiro single da banda. Post-hardcore sem ameias nem amarras, com a técnica e a visceralidade que poucas cervicais aguentam. Uma presença em palco como poucas bandas conseguem conquistar. VÊ MAIS AQUI!

image

Manferior

E do inframundo emerge Manferior. Saltaram a guarda de Cerebrus e cruzaram o Rio Styx para nos trazerem um crust-grind rápido e nojento. Arrastaram as almas penadas consigo, e trouxeram bombas e pregos (Nails e Nailbomb, anyone?). Vamos ver se vocês e o Maus sobrevivem.
VÊ MAIS AQUI!

image

CROOK B2B NADRAMIA

Se tem mau feitio, se não dá para segurar os pés no sítio, se os olhos viram para a nuca, funciona. Dos sintetizadores dos idos da guerra fria aos soundsystems de rua onde a noite não descansa, o fio condutor são os corpos irrequietos.

image

HIGH DEMAND

A lei da oferta e da procura não se aplica a High Demand, por irónico que pareça. Quando o techno que mais se procura é cosmopolita e de gin tónico entalado entre os dedos, High Demand oferece uma sensação de clubbing da Europa de Leste, sem tretas. VÊ MAIS AQUI!

image

KRITICALL

Mas se é de underground (morto ou não, pá?) que falamos, Kriticall vem em representação do que de melhor há do tekno em Portugal. O tekno que é demasiado grande para as discotecas, mas que cabe mesmo à justa no Maus Hábitos. Obscuro, pesado, e hipnótico. Vai ser crítico. Prometemos. VÊ MAIS AQUI!

image

NEOSLAVE

Saído directo do Inferno (Bruxelas, ou não fosse lá onde está o Parlamento Europeu) para o dancefloor do Maus Hábitos, chega-nos Neoslave. Depois de já ter actuado em grandes casas como o lendário Berghain em Berlim, partilhar palco com grandes nomes como GosT e Perturbator, e até com o cabeça-de-cartaz da última FILHA DA CVLTO - LAZERPUNK, desta feita o que é o o novo Messias do Darksynth traz-nos a sua electrónica com influências que vão de Carpenter Brut a Meshuggah.

A banda sonora do apocalipse é produzida pelo Neoslave. Com cantos corais épicos, guitarras aterradoras, e sintetizadores que invocam o melhor e o pior dos anos 80. Tomara chegue rápido. VÊ MAIS AQUI!

Para além dos concertos e DJ sets que vos vão dar cabo da escoliose, ainda não acabámos de maltratar corpos. No aquário do Maus Hábitos estarão em projecção os serenantes vídeos de Luís Moreira - fotógrafo, videógrafo e skater -, dessa desgovernada cvltura que é o skate.

image




E como não basta o sangue, também queremos a tinta. No quarto piso mais ébrio do Porto vão poder ver os tatuadores Barizon e johnny corvo numa performance de tatuagem, cujos segredos só poderão ser revelados aquando do seu diabólico ritual.

image