image

ISTO NÃO É O PRINCÍPIO.
E ESTÁ MUITO LONGE DE SER O FIM.

CVLTO é arte, é morte da arte, é manifesto, é uma questão de CVLTO...

No próximo dia 28 de Dezembro de 2018 a plataforma CVLTO apresenta-se publicamente com o primeiro de muitos eventos - a festa FILHA DA CVLTO vem para quebrar fronteiras e sacudir a cidade. Do punk ao retrowave, da fotografia à instalação perene, da arte à sua morte e ao seu renascimento, este evento no Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural é nova confirmação daquilo a que a CVLTO se propõe como projecto de disrupção.

A noite irá arrancar às 23h30 com concerto de Vürmo, banda punk à moda antiga, seguidos pelos jovens Verbian, projecto portuense que funde influências do post-metal ao jazz. Depois dos dois concertos segue-se um DJ Set do duo almadense Penta.Grama, e para rematar a noite sobe Lazerpunk ao palco.

O cabeça de cartaz desta noite é um produtor/DJ de Budapeste com três álbuns lançados e que já partilhou palco com grandes nomes como Die Antwoord e Perturbator. A sua actuação terá dois momentos - o seu live set, que o próprio descreve como sendo “muito intenso, com face paint e máscara, e um espectáculo de luzes”, e logo depois um DJ Set.

image

Vürmo


punk à moda antiga

Do lodo mais viscoso emerge Vürmo. Não há cá histórias de boas maneiras e bons costumes. Punk como se quer, rápido, com mau feitio, para jingar um nadinha. Se é para ver o mundo a arder, que se veja com carne envenenada e cerveja fresca na mão. Do lodo para o inferno.

image

Verbian

Do metal ao jazz ao post rock

Um projecto que não se quer limitar a gavetas. Do metal ao jazz ao post-rock, em Verbian há espaço para todas as sensibilidades e falta delas. Dos que usam pianos de pedais aos pés, mas não perdem a raiva entre a técnica. Do Porto para o mundo.

image

Penta.Grama

DJ Set do duo almadense

Diz que é um duo que faz DJ sets pós-punk perfeitos para funerais. O adequado para depois de uma tareia de punk e post-metal e jazz bizarro e rock'da'róla. Techno industrial suficientemente pesado para deixar a cabeça em água - ou cerveja, ou whisky, fica ao critério do freguês. Tragam calçado confortável.

image

LAZERPUNK

"Muito intenso, com face paint e máscara, e um espectáculo de luzes”

De Budapeste chega-nos Lazerpunk. O nome denuncia. O recém-lançado álbum Death & Glory foi o que o lançou para os palcos deste mundo, e desta feita é com a CVLTO que vem para os Maus Hábitos escacar pedra e egos. Depois de partilhar mesa com grandes nomes como Die Antwoord e Pertubator, o homem por trás da máscara entrega-nos dois momentos distintos: o seu live set, que descreve como "muito intenso", e posteriormente um DJ Set. Se Penta.Grama pede calçado confortável, recomendamos coleira cervical para sobreviver a Lazerpunk. Ele que matou o ego e se libertou das amarras dos géneros musicais traz o synthwave para o clubbing das noites de hoje, mais violento, mais grotesco; traz a morte e as dores na coluna. O Maus Hábitos vem abaixo.